quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Grella propõe leis mais duras para combater vândalos

Sugestões apresentadas pelo secretário endurecem as penas para quem agridir policiais e depredar o patrimônio público

Renan Contrera 
renancontrera@hotmail.com
Foto: Internet/Google Imagens
O secretário da Segurança Pública, Fernando Grella Vieira, esteve reunido nesta quinta-feira (31) com o Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e o secretário de Segurança do Rio, José Mariano Beltrame,  para discutir formas de inibir e combater as ações de vândalos que se infiltram em manifestações populares.
Na reunião, o secretário apresentou três propostas de alteração do Código Penal. As mudanças endurecem as penas para quem comete atos de violência contra policiais e depreda o patrimônio público.
De acordo com a proposta, quem agredir policiais ou agentes do Estado terá a pena acrescida dependendo da gravidade. Hoje, o crime de lesão corporal doloso, tipificado no artigo 129 do Código Penal, prevê penas que vão de três meses a oito anos de prisão. Com a mudança, a pena variaria de seis meses (casos de agressões leves) a 12 anos de prisão (agressões gravíssimas).
Os assassinatos de policiais também foram incluídos na proposta, aumentando em um terço as penas para quem cometer esse crime, que hoje variam de 6 a 30 anos.
Outra medida apresentada pelo secretário é criar dois novos agravantes para o crime de dano qualificado, para quando ocorrer em manifestações ou eventos públicos. As penas para este tipo de crime também aumentariam, passando de 6 meses a 3 anos de detenção para 4 a 8 anos de prisão.
Caso as propostas recebam o apoio do Governo Federal, terão de ser aprovadas pelo Congresso.



sexta-feira, 25 de outubro de 2013

FAB entrega Ordem do Mérito Aeronáutico em Brasília

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com
Fotos: Sgt Batista
Vice-presidente Michel Temer em revista à tropa  Sargento Batista/Agência Força AéreaO Comando da Aeronáutica realizou nesta quarta-feira (23/10) a cerimônia de entrega da Ordem do Mérito Aeronáutico (OMA), maior comenda concedida pela Força Aérea Brasileira (FAB) a militares e civis em reconhecimento a serviços prestados à Aeronáutica e ao país. O evento, presidido pelo Vice-Presidente da República, Michel Temer, aconteceu na Base Aérea de Brasília (BABR) e homenageou 192 agraciados.
A solenidade de entrega da medalha, que contou com sobrevoo de caças Mirrage-2000 e com o desfile de tropa composta por cadetes da Academia da Força Aérea (AFA), faz parte das comemorações do Dia do Aviador e do Dia da Força Aérea Brasileira, celebrados no dia 23 de outubro. Além do Vice-Presidente, o Ministro da Defesa, Celso Amorim, o Comandante da Aeronáutica, Tenente Brigadeiro do Ar Juniti Saito, e autoridades dos Três Poderes compareceram ao evento.
Em mensagem, a Presidente Dilma Rousseff lembrou do trabalho exercido pela FAB em seus 72 anos de história e destacou que o êxito da Força Aérea esteve na capacidade de não se contentar com o legado de Santos Dumont, mas de avançar com profissionalismo e inovação desde a data de sua criação. “A FAB se dedica a desempenhar seu papel estratégico de manter a soberania do espaço aéreo, trabalho que lhe rendeu o reconhecimento internacional. Nossa Força Aérea participa da vida dos brasileiros com a vacina que chega ao interior da região amazônica, na patrulha marítima, nas riquezas do pré-sal, nas missões de busca e salvamento, no transporte de órgãos para transplante Brasil afora”, destacou a Presidente.
 
O Tenente-Brigadeiro Juniti Saito destacou a relevância do inventor Alberto Santos-Dumont, pai da aviação e patrono da Aeronáutica, e de outras personalidades na construção da história e do desenvolvimento da Força Aérea. “Foi incorporando esse ensinamento à edificação da nossa aguerrida Força Aérea Brasileira, que os senhores e senhoras, civis e militares de todas as épocas, têm contribuído, abnegadamente, para bem posicionarmos o poder aeroespacial brasileiro entre os mais modernos e desenvolvidos do continente americano”, ressaltou o comandante na Ordem do Diaonde ainda destacou o fundamental trabalho do Instituto de Tecnologia da Aeronáutica (ITA) e os projetos desenvolvidos pela FAB, como a implantação do programa SIRIUS e a esperada aeronave KC-390.A solinidade contou com a presença de Celso Amorim e Michel Temer  Sargento Batista/Agência Força Aérea
  
Entre os agraciados com a OMA estavam Ministros de Estado, do Supremo Tribunal Federal, políticos, militares, empresários, advogados e jornalistas. Os Ministros de Estado Gleisi Hoffmann, Alexandre Padilha e Jorge Sobrinho; além de Luiz Fux, ministro do STF, e Geraldo Alckmin, Governador de São Paulo, foram alguns dos nomes agraciados pela comenda.
 
Ministro do STF, Luiz Fux, recebendo a medalha das mãos do Ministro Celso Amorim  Sargento Batista/Agência Força AéreaSegundo o Ministro do STF, Luiz Fux, a homenagem é um reconhecimento do trabalho realizado em favor dos brasileiros. “Nós civis que trabalhamos nas instituições do governo temos um objetivo comum aos militares: trabalhar em prol do país. Essa comenda é o reconhecimento que esse trabalho conjunto está sendo bem feito”, declarou o Ministro.
 
Para o Suboficial Antonio Carlos dos Santos, militar do Gabinente do Comandante da Aeronáutica (GABAER) com 22 anos de serviço à Aeronáutica, a entrega da comanda veio para marcar ainda a data que, para ele, sempre foi especial: o dia de seu aniversário. “É uma satisfação ímpar. Não tenho palavras para expressar minha felicidade que é, aos 45 anos, receber essa retribuição da Força Aérea, no dia do meu aniversário, pelos anos de serviço que prestei à instituição”, revelou o militar.     
 
Antes da entrega da OMA, Exército e Marinha realizaram uma cerimônia de saudação à Força Aérea Brasileira em homenagem ao dia do aviador no salão nobre da Base Aérea de Brasília. O acontecimento, contou com a presença do Ministro da Defesa, Celso Amorim, e representantes das três Forças Armadas.
 
DATA COMEMORATIVA – O dia 23 de outubro foi instituído como o Dia do Aviador e o Dia da Força Aérea Brasileira, por ser a data em que o brasileiro Alberto Santos Dumont realizou o primeiro vôo com o avião mais pesado que o ar, o 14 Bis. O fato histórico ocorreu no Campo de Begatelle, em Paris, em 23 de outubro de 1906, quando o brasileiro percorreu 60 metros em 7 segundos, voando a uma altura de 2 metros de solo, perante mais de mil espectadores e da Comissão Oficial do Aeroclube da França.
Assista ao vídeo sobre a solenidade:


Fonte: Agência Força Aérea


Esquadrão adotará óleo ecologicamente correto nas apresentações

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com

Aviões do EDA com fumaça  Sgt WashingtonO Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA) recebeu na quarta-feira (16/10) as três primeiras aeronaves A-29 Super Tucano com o sistema de geração de fumaça que utiliza óleo ecologicamente correto. O novo produto usado para as aeronaves “escreverem” nos céus com fumaça branca não agride a camada de ozônio e não gera poluição.
De acordo com um dos responsáveis por adaptar o sistema à aeronave, o engenheiro de materiais da Embraer, Abel Rosato Júnior, o óleo foi desenvolvido especificamente para a geração de fumaça. Trata-se de uma mistura de componentes químicos criada em laboratório e projetada somente para este fim. O produto americano atende o Blue Angels, como é chamado o Esquadrão de Demonstração Aérea da Marinha dos Estados Unidos.
A fumaça é muito importante para a Esquadrilha. Além de facilitar a visualização das manobras por parte do público, o traçado serve de referência para os pilotos, como a identificação da posição dos aviões durante o voo.
O projeto de adaptação foi desenvolvido pela Embraer, em Gavião Peixoto (SP), local onde os aviões fizeram os primeiros testes de voo com o novo sistema. “Agora, entramos na fase de testes operacionais em voos de treinamentos. Será avaliado constantemente pela equipe técnica com a finalidade de corrigir eventuais discrepâncias e aperfeiçoá-lo”, explica o chefe da seção de material do EDA, Major Márcio Aparecido Tonisso.
O sistema de geração de fumaça também seguiu um estudo paralelo sobre tecnologia de informação e modernização de sistemas. “Tivemos a preocupação de criar um software específico para a elaboração de escrita com a fumaça”, afirma o líder do projeto na Embraer, o engenheiro de desenvolvimento do produto, Fabrício Feres Battaglin.
Próximos passos - A instalação do sistema de geração de fumaça nas aeronaves da Esquadrilha está acontecendo de acordo com a coordenação logística existente entre o EDA, o Parque de Material Aeronáutico de Lagoa Santa (PAMA-LS) e a Embraer. Ainda não há uma previsão de retorno da agenda de demonstrações da Esquadrilha da Fumaça.

Fonte: EDA


quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Polícia Militar abre concurso para 2.000 soldados em SP

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com

Processo seletivo reforçará o efetivo
 da PM e a segurança nas ruas
A Polícia Militar abriu concurso para preencher 2.000 vagas de soldado de 2ª classe para reforçar a segurança nas ruas de São Paulo. O edital foi publicado nesta quarta-feira (16) no Diário Oficial do Estado. O início da seleção foi autorizado pelo governador Geraldo Alckmin.


As inscrições estarão abertas a partir das 10 horas de 21 de outubro e vão até às 16 horas de 22 de novembro deste ano, exclusivamente pela internet, no http://www.vunesp.com.br. A taxa é de R$ 50.

O processo seletivo vai reforçar o efetivo da PM e a segurança nas ruas do Estado.  Após aprovados em todas as etapas do concurso, os alunos passam pelo Curso Superior de Técnico de Polícia Ostensiva e Preservação da Ordem Pública, com duração média de um ano, na Escola Superior de Soldados (ESSd).

Requisitos
Para concorrer é necessário ter concluído o Ensino Médio, ser brasileiro, ter no mínimo 18 e no máximo 30 anos, estar em dia com as obrigações eleitorais e militares e não possuir antecedentes criminais.

É preciso também ser habilitado nas categorias “B” a “E”. Se for agente público, não ter respondido ou estar respondendo a processo administrativo. Os homens devem ter no mínimo 1,65 m de altura, e as mulheres 1,60 m.

Provas
Os candidatos serão avaliados em prova escrita com questões de alternativa e redação. Serão submetidos à avaliação de condicionamento físico, exames de saúde e psicológico, além de passar por um detalhado processo de investigação social e análise de documentos e títulos.

Concursos em andamento
Atualmente, estão em andamento outros dois processos seletivos para o cargo de soldado de 2º classe, um com 2.369 vagas e previsão de ser concluído em janeiro, e outro com 1.700 vagas, que deve ser concluído no mês que vem.

Há ainda seleção de 220 alunos oficiais, que concorrem a uma vaga no curso de formação na Academia da Polícia Militar do Barro Branco. O processo de seleção será concluído em janeiro.


terça-feira, 15 de outubro de 2013

Quartel-General do Exército sedia Workshop de Simulação e Tecnologia Militar

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com
Fotos: Divulgação/Exercito Brasileiro 
Gen Enzo Martins Peri realizando
 a abertura do III WSTM
De 15 a 17 de outubro, o Exército Brasileiro, por meio do Comando de Operações Terrestres (COTER), apoia a realização do III Workshop de Simulação e Tecnologia Militar (WSTM), com o tema"Soldado do futuro: o papel das tecnologias na capacitação do combatente".            
O evento é multidisciplinar e tem como objetivo principal aproximar indústria, acadêmicos e militares, para um contato atual com os produtos e tecnologias de simulação de treinamento.
A cada dia do workshop será apresentado aos participantes um panorama global das atividades de pesquisa, ciência e instrumentalização militar. Além disso, há uma feira de tecnologia com a participação de cerca de 50 empresas, nacionais e estrangeiras, desenvolvedoras de equipamentos e sistemas na área de tecnologia militar e simuladores.
Durante o evento, será realizado um seminário técnico no qual as Forças Armadas brasileiras discutem temas relacionados ao seu âmbito, seu planejamento estratégico e em que pretendem investir nos próximos anos. Nesta edição, será dada grande ênfase ao Projeto COBRA (Combatente Brasileiro) – que visa identificarplayers internacionais que tenham interesse em produzir materiais militares no Brasil.
A abertura do III Workshop de Simulação e Tecnologia Militar foi realizada pelo Comandante do Exército, General de Exército Enzo Martins Peri, e contou com a presença de oficiais-generais do Alto-Comando do Exército, de oficiais-generais, de expositores e de convidados civis e militares.

Fonte: Exercito Brasileiro 

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Brasília recebe Workshop de Simulação e Tecnologia Militar

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com


  Brasília recebe, nos dias 15, 16 e 17 de outubro de 2013, a terceira edição do Workshop de Simulação e Tecnologia Militar (WSTM), no Quartel-General do Exército, localizado no Setor Militar Urbano. O evento é multidisciplinar e tem como objetivo principal aproximar indústria, acadêmicos e militares, para um contato atual com os produtos e tecnologias de simulação de treinamento.

Nos três dias
 de workshop, será apresentado aos participantes um panorama global das atividades de pesquisa, ciência e instrumentalização militar. Além disso, haverá uma feira de tecnologia com a participação de cerca de 50 empresas, nacionais e estrangeiras, que apresentarão novidades que possam servir de apoio ao país.

Workshops

O evento consis
te em um seminário técnico no qual as Forças Armadas brasileiras discutem temas relacionados ao seu âmbito, seu planejamento estratégico e em que pretendem investir nos próximos anos. Nesta edição, será dada grande ênfase ao Projeto COBRA (Combatente Brasileiro), que visa identificar players internacionais que tenham interesse em produzir localmente. O Exército também tem interesse de que as empresas nacionais produzam novos softwares, além de parcerias com empresas nacionais e estrangeiras.

Paralelamente, acontecerá uma exposição em formato de feira com empresas nacionais e estrangeiras desenvolvedoras de equipamentos e sistemas na área de tecnologia militar e simuladores. A escolha do Quartel-General do Exército é pelo fato de ser ideal para a realização do evento. Além de facilitar o deslocamento do público militar, também é um ambiente que concentra a discussão dos temas abordados no workshop: segurança, tecnologia, simulação, treinamento e procedimentos nas áreas das Forças Armadas.
O WSTM 2013 tem promoção e organização da Prime BDN, com o apoio do Exército Brasileiro e do Comando de Operações Terrestres (COTER), bem como participação das Forças Armadas do Brasil. A entrada é gratuita e aberta ao público, mediante inscrições pelo site ou no local, e o horário de funcionamento é das 9h às 17h.
Mais informações no site www.wstm.com.br

Fonte: Agência Força Aérea

Alunos entregam 300 brinquedos ao Lar das Crianças.

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com

Alunos da Escola Estadual Padre Fidélis realizam uma campanha de arrecadação de brinquedos por conta do dia das crianças comemorado no dia 12 de outubro. Alunos, professores e funcionários foram mobilizados em arrecadar brinquedos para serem doados. Foi arrecadado cerca de 300 brinquedos, que foram contados ate o momento do entrega, estava chegando mais brinquedos que serão entregues ao decorrer da semana. Os brinquedos foram doados ao Lar das Crianças que atende cerca de 160 crianças por dia, as crianças saem das escolas e vão ao Lar onde recebem aulas de artes, canto em coral, capoeira, cidadania, informáticas e ajudas nas atividades escolares.

A campanha foi uma ideia dos alunos e eles mesmo organizaram tudo desde das doações, embrulho, organizar o momento da entregar. Orientados pela direção da escola assim realizam este ato solidário. 

O ideal da campanha não é só doar brinquedos, mas também passar algo que nos fez muito feliz quando crianças e agora passar para eles que possam ser felizes.

E ver a alegria das crianças em ver todos aqueles brinquedos não tem preço, para nos pode ate não ter importância mas para eles sim, novas ideias, aventuras podem surgir na cabeça deles e assim não ter pensamentos para outras coisas, pois com o mundo de hoje as coisas estão graves. 

Os alunos já estão organizando outra campanha para o final do ano, não quiseram entrar em muitos detalhes mas também sera uma bela ação.

Poucas escolas já organizaram campanha deste gênero e assim desenvolvendo grandes pessoas para o futuro. 








segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Marinha do Brasil envia navios para a 32ª Operação Antártica de apoio à pesquisa no continente

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com

Já estão em travessia rumo à Antártica duas embarcações da Marinha do Brasil que serão usadas para suporte às atividades de pesquisa científica no continente. Trata-se do Navio Polar “Almirante Maximiano” e do Navio de Apoio Oceanográfico “Ary Rongel”. 

                                            Foto: Arquivo/ Marinha do Brasil 


As embarcações vão ser empregadas em tarefas diversificadas, como manutenção de abrigos situados nas ilhas da região; apoio a projetos de ciência e tecnologia em áreas de oceanografia, biologia, geologia, meteorologia, entre outras; levantamento oceanográfico; e coleta de amostra de solo e água. 

Ambas serão utilizadas, ainda, no reabastecimento dos Módulos Antárticos Emergenciais, construídos no último verão do continente, na Estação Comandante Ferraz – base militar brasileira mantida na localidade. 

A viagem começou na manhã de ontem (6), quando os veículos navais desatracaram da base situada na Ilha de Mocangue, em Niterói (RJ). Desta forma, teve início a 32ª Operação Antártica (Operantar). Com regresso previsto para a metade de abril de 2014, os navios farão escalas nos portos de Rio Grande (RS), Buenos Aires e Ushuaia (Argentina), Punta Arenas (Chile) e Montevidéu (Uruguai). 

Projeto Antártico 

Desde 1982, com o início do Programa Antártico Brasileiro (Proantar), a Força Naval coordena uma série de ações voltadas ao apoio ao ensino no continente gelado e mantém a presença do país no local. A Operação Antártica é a mais complexa e extensa atividade realizada regularmente pela Marinha. 

Embarcações 

O “Ari Rongel” está preparado para navegar em regiões polares e pode operar em campos de gelo fragmentado. Possui dois laboratórios para apoio a pesquisa, transporta dois helicópteros que são usados tanto para carga quanto passageiros. 

Já o “Almirante Maximiano” é dotado de cinco laboratórios e uma estação meteorológica. Carrega dois helicópteros e um destacamento aéreo embarcado de 13 militares. 

Cada um dos navios conta com equipe de quatro mergulhadores, da Força de Submarinos da Esquadra Brasileira. 


Fonte: Ministério da Defesa 

Forças Armadas se reúnem para discutir guerra eletrônica e cibernética

Renan Contrera
renancontrera@hotmail.com
                                                                            Foto: Felipe Barra (arquivo)

Especialistas em Guerra Eletrônica das Forças Armadas se reúnem, a partir de segunda-feira (7), para discutir aspectos de tecnologia e emprego em operações conjuntas. Os militares vão participar do IV Encontro de Guerra Eletrônica de Defesa (EGED), evento organizado pelo Ministério da Defesa, que ocorre até dia 10, no Centro Militar de Convenções e Hospedagem da Aeronáutica, em Salvador (BA).



No encontro, Marinha, Exército e Aeronáutica vão apresentar a situação atual da atividade de Guerra Eletrônica em suas áreas e discutir sobre diversos temas, como a Guerra Cibernética (interseções com a Guerra Eletrônica nas Operações Conjuntas), Exercício Conjunto de Guerra Eletrônica, entre outros temas.

Realizado desde 2010, o EGED tem a intenção de contribuir para a interoperabilidade, economia de esforços e compartilhamento de soluções para problemas comuns às três Forças. As atividades do encontro, além de orientadas para as necessidades da Defesa Nacional, buscam harmonizar a política de defesa com a área de ciência e tecnologia.

A expectativa é que os resultados das discussões contribuam para a implementação dos objetivos da Política de Guerra Eletrônica de Defesa, conforme previsto na Portaria Normativa Nº 333, do Ministério da Defesa.